Blog da Adão & Eva

Confira nossas novidades, dicas e notícias de relevância para o mercado.

Sexualidade, sexo e a pessoa com deficiência

Compartilhe com seus amigos!

Adão & Eva quebrando mais um tabu!

Paula Ferrari se destaca com muito profissionalismo como modelo inclusivo, dançarina, atriz, fisioterapeuta e colunista, abordando assuntos sobre um tema cheio de tabus e preconceitos que é a sexualidade das pessoas com deficiência.

Paula Ferrari se formou em fisioterapia neurológica em 2012  antes mesmo, de após uma cirurgia, ter uma infecção medular que resultou em uma dificuldade e incoordenação do movimento.
Convidamos essa brilhante profissional para nos contar um pouco mais. Confira:


Sexualidade, sexo e a pessoa com deficiência

Falar sobre sexo e sexualidade sempre gera certo desconforto em nossa sociedade por conta de tabus e desinformações. Esse desconforto se torna infinitamente maior quando nos referimos à sexualidade da pessoa com deficiência.
Afinal, para grande parte da sociedade, pessoas com algum tipo de deficiência ainda são vistas como doentes (e doentes precisam de saúde e não de sexo!) ou como incapazes.
O tempo passou e as ideias e conceitos a esse respeito precisam evoluir, pois muitos ainda acreditam na ideia de que o deficiente é um ser “assexuado”, uma pessoa guerreira, um anjo iluminado ou um exemplo de superação!
A sexualidade não é perdida por conta da deficiência, que isso fique bem claro! Ela é vivida, experimentada e redescoberta, talvez, de uma forma um pouquinho diferente da sua, por exemplo. Mas esse é o grande barato!
As pessoas com deficiência são capazes de namorar, constituir família, dar e receber carinho e prazer. Sim, somos pessoas normais! Vivemos, trabalhamos e pasmem: temos vida sexual!
Esse é um tema ainda muito permeado por curiosidades e para aguçar um pouquinho da sua vontade de saber mais sobre o assunto, deixarei algumas perguntas e respostas das dúvidas mais comuns.

  1. P) Se eu me interessar por uma pessoa com deficiência? Como chegar? Como agir?

R: Da forma mais natural possível, da mesma maneira que você chegaria e agiria com alguém sem deficiência. Tem dúvida sobre alguma coisa, sinta o momento certo e pergunte! A maioria de nós não morde, a menos que você peça e o momento seja propício!

  1. P) O homem com lesão medular tem ereção?

R: Depende da lesão, mas de modo geral, a maioria dos homens são capazes de atingir a ereção e o orgasmo. Em muitos casos, um  anel, uma bomba peniana ou até mesmo a medicação podem ajudar.

  1. P) Mas e a sensibilidade? Se a pessoa não sente, como irá sentir prazer?

R: A resposta é simples: o prazer não vem apenas do toque na região genital. O prazer pode surgir das mais diversas formas, através das preliminares, com filmes, com o próprio jogo de sedução, com o estímulo em outras partes do corpo, brinquedos e acessórios eróticos... Enfim, seja criativo, livre-se de tabus e o prazer virá!

  1. P) A mulher cadeirante pode engravidar?

R: Sim! A maioria das mulheres cadeirantes têm sua fertilidade normal, logo, previna-se! Não só para as DSTs mas também para não surgir nenhuma gravidez não programada.

Para finalizar, lembre-se: pessoas com deficiência não são exemplos de superação, não são anjos, nem mesmo pessoas doentes! Somos pessoas normais, com desejos, prazeres e vontades muito parecidos com os seus!


E para comemorar a semana da mulher, deixo aqui algumas belas imagens! Espero que gostem e apreciem!

 

Escrito por: Paula Ferrari

Compartilhe com seus amigos!

Postado Por Administrador

Administrador

Além de apresentar as novidades da Adão & Eva, temos como objetivo promover conteúdo relevante para o nosso mercado de atuação, atendendo as necessidades de nossos clientes e parceiros.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário