Blog da Adão & Eva

Confira nossas novidades, dicas e notícias de relevância para o mercado.

SENTIR vai muito além do toque

Compartilhe com seus amigos!

“Socorro

Não estou sentindo nada

Nem medo, nem calor, nem fogo

Não vai dar mais pra chorar

Nem pra rir”

 

E assim começa nosso texto dessa semana, falando de sensibilidade. Ela é a pedra no sapato de muitas pessoas com deficiência e causa de angústia e inquietações.

É inegável que a pele é o maior órgão do corpo humano e é a responsável por grande parte das sensações de tato, calor, frio, dor do nosso corpo...

Algumas lesões, como a lesão medular, por exemplo, podem acarretar em perda da sensibilidade e um dos primeiros questionamentos que surgem é: “Como vou sentir prazer se não tenho sensibilidade?”.

Pois bem, a primeira coisa a se deixar claro é que SENTIR vai muito além do toque. Sentimos através de todos os sentidos do corpo e, provavelmente, você nem se deu conta disso.

É possível sentir prazer assistindo um filme erótico e ninguém te tocou!

É possível sentir prazer ouvindo o “namoro” do casal vizinho e ninguém te tocou!

É possível sentir prazer deixando a imaginação rolar e ninguém te tocou!

Viu, só! Precisamos desmistificar essa tendência de achar que o prazer é único e simplesmente o toque.

Agora que você percebeu que é preciso ir além, vou deixar aqui algumas dicas, caso seu parceiro (a) tenha alguma alteração de sensibilidade:

  • O fato da pessoa não sentir uma parte do corpo não quer dizer que você não deverá toca-la. É bem importante que o indivíduo seja visto como um todo.

 

  • Descobrir prazer em novas áreas do corpo pode ser uma brincadeira bem excitante e necessária. O nosso corpo é um campo muito fértil de áreas erógenas, é preciso descobri-las.

 

  • Ver e ser visto. Muitos homens (por exemplo) gostam de ver suas parceiras (os) quando estão fazendo sexo oral. Mesmo que quem esteja recebendo não sinta o toque, o calor da boca, ver o ato em sim, traz na memória recordações de sensações já vividas, além de ser bastante excitante para muitos.

 

  • Testar novas sensações. Neurologicamente falando, muitas as vias de sensibilidade e muitos são os tipos de sensibilidade. Logo, você poderá não sentir o calor, mas se testar uma vibração mais profunda e intensa pode ser possível que sinta. É preciso testar, ousar e se permitir.

 

  • Use a imaginação, abuse de acessórios e brinquedos eróticos, mas não esqueça de que algumas lesões podem fazer com que a pessoa desenvolva alergia ao LÁTEX, então, antes de começar a brincadeira, vale a pena verificar a composição do que você irá usar e se o seu parceiro (a) possui alérgica a este componente!

 

Espero que este texto tenha te ajudado a ver com outros olhos e sentir da maioria das formas possíveis!

 

Escito por: PAULA FERRARI

Paula Ferrari se formou em fisioterapia neurológica em 2005  antes mesmo, de após uma cirurgia, ter uma infecção medular (2012) que resultou em uma dificuldade e incoordenação do movimento.

 Foto por: CAMILA FORTI

Compartilhe com seus amigos!

Postado Por Administrador

Administrador

Além de apresentar as novidades da Adão & Eva, temos como objetivo promover conteúdo relevante para o nosso mercado de atuação, atendendo as necessidades de nossos clientes e parceiros.

Leia Também:

Gostou deste post? Deixe seu comentário